Seja bem-vindo!
Meu Cadastro Meus Pedidos Minha Compra 0 itens
Home Conselhos Editoriais Notícias Lançamentos Fale Conosco
 
 << Voltar
Educação
Política Educacional Brasileira
Debora Cristina Jeffrey, Luis Enrique Aguilar.
ISBN: 978-85-7591-227-0
Formato: 14 x 21 | Acabamento: Brochura
Páginas: 14 x 21 | Ano: 2012 | Edição: 1
Idioma: Português
Preço: R$ 38,50

(Organização: Debora Cristina Jeffrey e Luis Enrique Aguilar)

Sinopse:

DE R$ 55,00 POR R$ 38,50.

Livro que destaca a política educacional brasileira, entre os anos de 1990 e 2000, com base em diferentes análises, ressaltando os entraves resultantes do processo da reforma educacional que se configurou no país neste período e das ações, de projetos e dos programas desenvolvidos em âmbito nacional. Os autores, pesquisadores e professores universitários brasileiros, debatem os níveis e modalidades de ensino no Brasil, a fim de subsidiar as discussões, aprimorar as análises por meio da teoria, da legislação e da prática da política educacional, considerando a dinâmica e as transformações da realidade educacional brasileira. A obra se destina aos profissionais da educação, alunos de Graduação e Pós-Graduação interessados em refletir e analisar a área da educação, na perspectiva da política educacional.

A temática das políticas públicas educacionais brasileiras tem sido objeto de um renovado estudo nos Programas de Pós-Graduação e em disciplinas da formação de educadores em nível de graduação. As duas últimas décadas (anos de 1990 e 2000) tem sido particularmente férteis na elaboração e implementação de políticas educacionais nacionais, estaduais e municipais. A produção de pesquisas sobre políticas públicas educacionais no Brasil é relevante e considerada pelos avaliadores das agências nacionais como imprescindível para a indução de ações, projetos e programas. Desse modo, o livro tem o objetivo de retratar a política educacional brasileira no período de 1999 a 2009. Configurada no sistema educacional, a política educacional será objeto de análises por meio das ações, dos projetos e dos programas desenvolvidos em âmbito nacional. Os entraves da política educacional são compreendidos como elementos que objetivam subsidiar as discussões e aprimorar as análises de base teórica, normativa e da prática da política educacional brasileira pelos autores.

Organizadores

Debora Cristina Jeffrey
Graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual de Campinas (1999), mestrado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2001) e doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (2006). Atualmente é Professora Doutora da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Faculdade de Educação e Chefe do Departamento de Políticas, Administração e Sistemas Educacionais (DEPASE). Tem experiência na área de Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: política educacional, avaliação sistemas educativos, gestão educacional e educação de jovens e adultos.

Luis Enrique Aguilar
Doutor em Educação pela Universidade Estadual de Campinas e Máster en Tecnologia de la Educación pela Universidad de Salamanca e Organización de los Estados Iberoamericanos OEI-Espanha. Graduado en Psicopedagogia -Universidad Nacional de La Rioja, Argentina e Professor para o Ensino Fundamental pela Escuela Normal Nacional. Na Argentina(1977) iniciou sua atividade como docente onde foi professor e diretor de escolas e colégios de ensino fundamental e médio, de Educação de Adultos. Foi Chefe de Planejamento Educativo no âmbito do governo estadual e técnico de planejamento de políticas educacionais na esfera nacional. No Brasil é pesquisador do Laboratório de Políticas Públicas e Planejamento Educacional, professor de Graduação e Pós Graduação MS-3 da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas, tendo sido Chefe de Departamento, Coordenador de Pós Graduação e Vice-Presidente da Comissão Central de Pós Graduação da UNICAMP. Foi membro da Comissão de Avaliação da Área de Educação da CAPES e consultor do CNPq, FAPESP e FAPEMIG. Atua no desenho e elaboração de planos de formação e qualificação docente estaduais e nacionais, na gestão de redes municipal, estadual e federal de educação e na gestão da cooperação científica interinstitucional nacional e internacional. Pesquisador e docente na área de Educação, com ênfase na administração de Sistemas Educacionais, planejamento da educação, Estado, políticas públicas, gestão, avaliação e estudos comparativos de política educacional.

Autores

Célia Maria Guimarães
Possui Mestrado (1995) e Doutorado (2000) em Educação pela UNESP - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho". Pós Doutorado pela Universidade de Lisboa-Portugal (2010-11/12). Atualmente é Professor Doutor Assistente Efetivo da UNESP, atuando no curso de Pedagogia e no Programa de Pós-graduação em Educação, ambos da Faculdade de Ciências e Tecnologia, câmpus de Presidente Prudente. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Infantil, atuando principalmente nos seguintes temas: educaçao infantil, formação do professor, gestão da instituição de educação infantil, formação inicial e continuada de profissionais da educação infantil e representações sociais. Seu interesse pela Educação Infantil está associado à sua experiência como professora em sala de pré-escola e coodenadora pedagógica da rede municipal de ensino de Presidente Prudente entre 1984 e 1994, como também à experiência como docente na Habilitação para o Magistério em Educação Infantil no curso de Pedagogia da UNESP (FCT), de 1997 a 2010. Presentemente, desenvolve pesquisas sobre formação de professores para educação infantil vinculadas aos grupos de pesquisa: Profissão docente: formação, identidade e representações sociais; Educação Infantil e Formação de Professores; e Representações Sociais e Formação Docente; e à linha de pesquisa Infância e Educação; do Programa de Pós-Graduação em Educação UNESP (FCT). É vice-líder do Grupo de Pesquisa: Profissão docente: formação, identidade e representações sociais. Chefe do Departamento de Educação (2010-11). Editora responsável da Revista Nuances-estudos sobre educação. Coordena o Curso de PósGraduação lato-sensu, especialização em Gestão Educacional. Coordena o Forum Regional Permanente de Educação da Infância. Membro titular do COMED-Presidente Prudente. Organizadora dos Livros: Perspectivas em Educação Infantil (2005); Gestão educacional: questões contemporâneas (2008); Os professores e o cotidiano escolar-múltiplos desafios, múltiplos caminhos (2011;Professores e Infâncias: estudos e experiências (2011) e Formação e profissão docente (2011).

Gilza Maria Zauhy Garms
Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual Paulista UNESP campus de Presidente Prudente (1971), mestrado em Educação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho UNESP campus de Marília (1993) e Doutorado em Educação pela Universidade Estadual Paulista UNESP campus de Marília (1998), Pós Doutorado em Educação pela Universidade Estadual Paulista UNESP - Campus de Assis. Atualmente é Professora Assistente Doutora do Departamento de Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho UNESP campus de Presidente Prudente. Tem experiência na área de Psicologia da Educação, com ênfase em Desenvolvimento e Aprendizagem da criança de 0 a 6 anos, atuando principalmente nos seguintes temas: educação infantil, formação de professores e práticas educativas.

Claudia Maria de Lima
Graduada em Jornalismo pela Faculdade de Comunicação Social Casper Líbero (1991) com mestrado em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1996) e doutorado em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (2000). Atualmente é Professora Assistente MS3 do Departamento de educação Universidade Estadual Paulista - Júlio de Mesquita Filho/Campus de São José do Rio Preto . Tem experiência na área de Psicologia e Pedagogia, com ênfase em Ensino e Aprendizagem na Sala de Aula, atuando principalmente nos seguintes temas: educação a distância, comunicação e educação, formação contínua de professores, ensino-aprendizagem e representação social.

Francisnaine Priscila Martins de Oliveira
Mestre em Educação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2010). Possui graduação em Ciência da Computação pela Universidade Estadual de Maringá (2004) e graduação em Pedagogia pela Universidade Luterana do Brasil (2010). Atuou como formadora na 3a edição do curso de Tecnologias Assistivas oferecido pela UNESP em parceria com a Universidade Aberta do Brasil (UAB). Atualmente cursa doutorado em Educação na Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), campus de Presidente Prudente e é bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP). Tem experiência na área de Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: formação de professores, educação a distância, Universidade Aberta do Brasil, tutoria virtual.

Geruza Meirelles Volpe
Possui graduação em Pedagogia (2000), Mestrado em Educação (2004) pela Universidade Federal de Juiz de Fora e Doutorado em Educação (2010) pela Universidade Estadual de Campinas. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação de Jovens e Adultos, Políticas Públicas Educacionais e Gestão Educacional e Escolar, atuando principalmente nos seguintes temas: Financiamento, Políticas Públicas Educacionais e seus processos de implementação, Legislação e Direito Sócio-Educacional, Gestão. Como experiência docente no Ensino Superior, destacam-se os Cursos de Especialização em Gestão Educacional para Gestores da Rede Estadual de Educação de São Paulo e em Educação de Jovens e Adultos para Professores da Rede Municipal de Campinas, ambos da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Em julho de 2010, efetivou-se como Professora Doutora Adjunta Dedicação Exclusiva na Universidade Federal de Juiz de Fora.

Géssica Priscila Ramos
Possui doutorado em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (2008) e mestrado em Educação Escolar pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2003). Atualmente é professora adjunta da Universidade Federal de São Carlos.Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Fundamentos da Educação e Educação Brasileira, atuando principalmente nos seguintes temas: política e gestão educacional, valorização docente e identidade da escola. Membro dos grupos de pesquisa Economia Política da Educação e Formação Humana (UFSCar) e História e Política Educacional Brasileira (UNESP).

Giselle Martins Real
Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (1988), graduação em Direito pelo Centro Universitário da Grande Dourados (1989), mestrado em Educação pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (2000) e doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (2007). Atualmente é professora adjunta da Universidade Federal da Grande Dourados, atuando na graduação e na pós-graduação stricto sensu. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Política Educacional, atuando principalmente com os temas avaliação e educação superior.

Lia Friszman de Laplane
É graduada em Pedagogia (Universidade Estadual de Campinas, 1987), mestre (1991) e doutora em Educação (1997) pela mesma universidade. Atuou como ccordenadora pedagógica em escolas e instituições de Educação Especial. É docente no ensino superior desde 1993. Atualmente é professora da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas. Pesquisa políticas públicas de Educação e Saúde e entre seus interesses acadêmicos se encontram temas relacionados à Psicologia do Desenvolvimento Humano, desenvolvimento infantil e suas alterações, políticas sociais, Educação Especial, aquisição da linguagem, práticas educacionais e interação social e aprendizagem. Fez estágio pós-doutoral na Inglaterra em 2005.

Katia Regina Moreno Caiado
Possui graduação em Pedagogia pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1987), mestrado em Educação Especial (Educação do Indivíduo Especial) pela Universidade Federal de São Carlos (1993) e doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (2002). Atualmente é professora adjunta no Centro de Educação e Ciências Humanas, na Universidade Federal de São Carlos. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Especial, atuando principalmente nos seguintes temas: educação especial, formação de professores, educação do campo e escola inclusiva.

Sobre os Autores:
Debora Cristina Jeffrey - Graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual de Campinas (1999), mestrado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2001) e doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (2006). Atualmente é Professora Doutora da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Faculdade de Educação e Chefe do Departamento de Políticas, Administração e Sistemas Educacionais (DEPASE). Tem experiência na área de Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: política educacional, avaliação sistemas educativos, gestão educacional e educação de jovens e adultos.

Luis Enrique Aguilar - Doutor em Educação pela Universidade Estadual de Campinas e Máster en Tecnologia de la Educación pela Universidad de Salamanca e Organización de los Estados Iberoamericanos OEI-Espanha. Graduado en Psicopedagogia -Universidad Nacional de La Rioja, Argentina e Professor para o Ensino Fundamental pela Escuela Normal Nacional. Na Argentina(1977) iniciou sua atividade como docente onde foi professor e diretor de escolas e colégios de ensino fundamental e médio, de Educação de Adultos. Foi Chefe de Planejamento Educativo no âmbito do governo estadual e técnico de planejamento de políticas educacionais na esfera nacional. No Brasil é pesquisador do Laboratório de Políticas Públicas e Planejamento Educacional, professor de Graduação e Pós Graduação MS-3 da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas, tendo sido Chefe de Departamento, Coordenador de Pós Graduação e Vice-Presidente da Comissão Central de Pós Graduação da UNICAMP. Foi membro da Comissão de Avaliação da Área de Educação da CAPES e consultor do CNPq, FAPESP e FAPEMIG. Atua no desenho e elaboração de planos de formação e qualificação docente estaduais e nacionais, na gestão de redes municipal, estadual e federal de educação e na gestão da cooperação científica interinstitucional nacional e internacional. Pesquisador e docente na área de Educação, com ênfase na administração de Sistemas Educacionais, planejamento da educação, Estado, políticas públicas, gestão, avaliação e estudos comparativos de política educacional.

Forma de Pagamento :