Seja bem-vindo!
Meu Cadastro Meus Pedidos Minha Compra 0 itens
Home Conselhos Editoriais Notícias Lançamentos Fale Conosco
 
As Dimensões da Formação Humana
As Faces da Lingüística Aplicada
Caminhos da Construção
Cenas do Cotidiano Escolar
Coleção Desconstruindo a Violência
Coleção Educação Estatística
Coleção Fazer A_Parecer
Coleção Insubordinação Criativa
Coleção Psicologia em Perspectiva
Coleção TerramaR
Desenvolvimento Humano e Práticas Culturais
Discurso e Ensino
Educação
Educação e Psicologia em Debate
Ensaios em Interculturalidade
Estudos da Linguagem
Gêneros e Formação
História, Ciências Sociais e Economia
Histórias de Leitura
Idéias sobre Linguagem
Leitura e Bibliotecas Escolares
Leituras no Brasil
Letramento, Educação e Sociedade
Letras em Série
Lingüística
Lingüística e Psicanálise
Literatura
Memória e História da Educação
Mercado de Letras Fundamental
Mercado de Letras Saúde
Mercado de Letras Temas
Série Aurora
Série Bakhtin - Inclassificável
Série Caminhos da Neurolinguística Discursiva
Série Drogas, Política e Cultura
Série Educação Geral, Superior e Formação Continuada do Educador
Série Educação Matemática
Série Espaços da Linguística de Corpus
Série Estudos do Léxico
Série Estudos em Políticas Públicas e Educação
Série Literatura, Leitura e Educação Infantil
Teoria Literária
 
Detalhes da Obra Mercado de Letras •
As Emoções no Discurso

Vol. II Emília Mendes, Ida Lúcia Machado (orgs)

• Emília Mendes
• Ida L. Machado

DE R$ 74,00 POR R$ 51,80.

A emoção no discurso, por sua volatilidade, somente poderia ser estudada em termos de efeitos produzidos num determinado auditório. No entanto, em razão de nossas idiossincrasias, não somos tocados da mesma maneira pelos mesmos efeitos patêmicos.
Considerando esta ausência de sincronia, como estudar as emoções no discurso diante de tamanha variedade de perspectivas? Como lidar com a assimetria existente entre o efeito patêmico que queremos produzir e o efeito patêmico que realmente é produzido nos sujeitos com os quais nos comunicamos? Que razão há na emoção e que emoção há na razão?
Os artigos desta coletânea tentam responder a estas questões -- e a tantas outras -- a partir de um quadro teórico-metodológico pluridisciplinar formado por contribuições advindas: da análise do discurso, dos estudos literários, da antropologia, da psicologia, da semiótica, da comunicação social, dentre outras.
Os estudos em torno da manifestação das emoções no discurso têm tido um crescente interesse nos dias atuais e têm sido um assunto amplamente discutido pelo Núcleo de Análise do Discurso FALE/UFMG. Isso se constata não só a partir de pesquisas realizadas por membros do referido núcleo, mas também por meio de produções científicas de autores brasileiros e estrangeiros. Assim sendo, o objetivo desta coletânea é tentar demonstrar e discutir o funcionamento da patemização no discurso. Esta investigação será feita através de teorias e análises instigantes e inteligentes tendo como apoio os mais diversos corpora: publicidade, crônica, textos literários, testemunhos, telenovelas, cartas factuais e ficcionais, dentre outros.

TEMAS ABORDADOS NA OBRA E SEUS AUTORES


PREFÁCIO
Emília Mendes

A PATEMIZAÇÃO NA TELEVISÃO COMO ESTRATÉGIA DE UTENTICIDADE
Patrick Charaudeau

AS RAZÕES DAS EMOÇÕES
Christian Plantin

PERSUASÃO, SEDUÇÃO E TOPOI NO DISCURSO PUBLICITÁRIO
Maria Aparecida Lino Pauliukonis

ESTEREÓTIPOS E EMOÇÃO: EMPATIA NO GÊNERO PROVERBIAL
Dylia Lysardo-Dias

EMOÇÃO E ESTILO: A EXPERIÊNCIA DE CLARICE LISPECTOR
Ana Maria Clark Peres

O PATHOS DA MEMÓRIA NA IDENTIFICAÇÃO DE PRÁTICAS DE LEITURA
João Bôsco Cabral dos Santos

COMPETÊNCIA PARA LER COM EMOÇÃO
Beatriz dos Santos Feres

A EMOÇÃO NO DISCURSO JORNALÍSTICO: CONTAR HISTÓRIAS E COMOVER LEITORES
Adélia Barroso Fernandes

A SOCIALIZAÇÃO DE EXPERIÊNCIAS PARTICULARES PESSOAIS SOBRE O ACIDENTE DA TAM, PUBLICADOS
NA REVISTA SOU + EU!
Mônica Santos de Souza Melo

O DUPLO ENDEREÇAMENTO NO GÊNERO EPISTOLAR
Jürgen Siess

O USO DOS MODOS DE ORGANIZAÇÃO DO DISCURSO COMO FORMA DE AGENCIAMENTO DAS EMOÇÕES
Renata Aparecida Toledo Florencio

“QUEM NÃO QUER CASAR COM UM HOMEM DAQUELES?” DESEJO, AMOR, SEDUÇÃO E FELICIDADE NA RECEPÇÃO DE TELENOVELAS BRASILEIRAS
Thaïs Machado Borges

DEBATE ENTRE GÊNEROS: POSSIBILIDADES DE CONSTRUÇÃO DE UM SIGNO PARA AS EMOÇÕES MASCULINAS
Cláudia Natividade e Sônia Pimenta


SOBRE OS AUTORES
Emília Mendes – Possui doutorado em Estudos Lingüísticos pela Universidade Federal de Minas Gerais (2004) e pela Universidade de Paris XIII (dout. sanduíche). Atualmente, é professora adjunta da FALE-UFMG. Tem experiência na área de Lingüística, com ênfase em Análise do Discurso, atuando principalmente nos seguintes temas: análise do discurso vertente francesa, teoria semiolingüística, teoria da ficcionalidade, ensino de língua portuguesa, ensino de língua e literatura francesas e tradução. É membro do Núcleo de Análise do Discurso – NAD – FALE/UFMG desde 1995 e da Ampadis (Associação de Pesquisadores Mineiros em Analise do Discurso).

Ida Lúcia Machado – Possui graduação em Letras pela UFMG (1975), mestrado em Letras (Língua e Literatura Francesa) pela USP (1985) e doutorado em Lingüística - Université de Toulouse II (Le Mirail) (1988). Realizou 2 pós-doutorados em Analise do Discurso (1998 e 2006) em Paris 13 e Paris 3. E professor associado da UFMG onde coordena o Núcleo de AD. Na Graduação, trabalha na área de Literatura Francesa e na pós-graduação na área de Estudos Lingüísticos, com ênfase em Teoria e Análise Lingüística, atuando principalmente com os seguintes temas: análise do discurso semiolingüística, paródia, ironia e gêneros. Criou a coleção NAD/FALE/UFMG e editou 9 (nove) livros sobre Analise do Discurso, reunindo artigos de pesquisadores brasileiros e estrangeiros. Como Coordenadora do citado Núcleo, fundou, em 2005 a AMPADIS (Associação de Pesquisadores Mineiros em Analise do Discurso), na qual é hoje membro do Conselho Diretor, eleito em junho/2007. Coordenou Projeto "O ethos e analise da argumentação", pela EAE da CAPES, em março/2007 e presidiu o III<%0> Simpósio Internacional sobre AD: emoções, ethos e argumentação, realizado na FALE/UFMG, de 1 a 4 de abril de 2008.

Adélia Barroso Fernandes – Graduada em Jornalismo pela Universidade de Brasília, mestre em Comunicação Social e doutoranda em linguística / Análise do Discurso pela Universidade Federal de Minas Gerais. Professora de jornalismo, ministra disciplinas relacionadas às teorias da comunicação e do jornalismo. Atua principalmente com os seguintes temas: comunicação, jornalismo, espaço público, análise do discurso, política, cidadania, direitos humanos, movimentos sociais e responsabilidade social.

Ana Maria Clark Peres – possui graduação em Letras pela Universidade Federal de Minas Gerais, mestrado em Língua Portuguesa e doutorado em Estudos Literários (Literatura Comparada) pela UFMG, e pós-doutorado em Literatura Comparada pela Université Paris VIII. Atualmente é Professor Associado II da Faculdade de Letras da UFMG. De 30 de março de 2006 a 16 de abril de 2008, coordenou o Programa de Pós-Graduação em Letras: Estudos Literários da UFMG. Na graduação do curso de Letras, atua na área de Literatura Comparada e, na pós-graduação, atua no mestrado e no doutorado em Literatura Brasileira e no doutorado em Literatura Comparada, tendo como linhas de pesquisa Poéticas da Modernidade e Literatura e Psicanálise. No momento, coordena a área de Literatura Comparada na graduação e o Núcleo de Literatura Comparada (NLC) da FALE/UFMG. Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 2

Beatriz dos Santos Feres – Doutora em Letras/Estudos da Linguagem (2006), na linha de pesquisa Lingüística e Ensino, e Mestre em Língua Portuguesa/Lingüística Aplicada ao Ensino de Língua Materna (2003) pela Universidade Federal Fluminense. Professora de Língua Portuguesa na UFF, já atuou no Centro Universitário Plínio Leite (UNIPLI) e em escolas do Ensino Fundamental e Médio. É membro da comissão editorial de Linguagem em (Re)vista (ISSN1807-6378) e da Revista Eletrônica Litteris (ISSN1983-7429). Já orientou mais de quarenta trabalhos monográficos de conclusão de curso e de especialização. Temas de interesse: teoria e análise lingüística, ensino, leitura - compreensão - interpretação, literatura infantil.

Christian Plantin – É diretor de pesquisa no CNRS (Centre National de la Recherche Scientifique), na França. Suas pesquisas em ciências da linguagem focalizam o discurso e as interações e voltam-se, principalmente, para as problemáticas da argumentação e das emoções. Editou, juntamente com Marianne Doury e V. Traverso, o livro Les Émotions dans les interactions (2000, Presses Universitaires de Lyon). Além dos vários artigos traduzidos para o português brasileiro, em 2008 publicou A Argumentação, (Parábola).

Cláudia Natividade – Possui graduação em Psicologia pela FUMEC - Fundação Mineira de Educação e Cultura (1989) e mestrado em Estudos Lingüísticos pela Universidade Federal de Minas Gerais (2006). Atualmente cursa o doutorado na linha de pesquisa de Análise de Discurso da Faculdade de Letras da UFMG. Já lecionou nos cursos de psicologia do INESP-FUNED (Fundação Educacional de Divinópolis e da Pontifícia Universidade católica de Minas gerais – Unidade São Gabriel). É sócio-fundadora do Instituto Albam no qual coordena o programa "Andros: homens gestando alternativas para o fim da violência". Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia Social, atuando principalmente nos seguintes temas: identidade de gênero, masculinidade, violência de gênero, Semiótica Social e Análise Crítica de Discurso.

Dylia Lysardo-Dias – Professora Adjunta de lingüística do Departamento de Artes, Letras e Cultura e do Programa de Mestrado em Letras da Universidade Federal de São João Del-Rei. Doutora em Lingüística pela Universidade Federal de Minas Gerais e pós-doutora pela Unicamp. Desenvolve pesquisas em Análise do Discurso, tendo publicado artigos sobre o discurso publicitário, os estereótipos na mídia e os provérbios. É pesquisadora-membro do Núcleo de Análise do Discurso da FALE-UFMG.

João Bôsco Cabral dos Santos – Professor do Instituto de Letras e Linguística da Universidade Federal de Uberlândia. Doutor em Estudos Linguísticos pela Universidade Federal de Minas Gerais. Mestre em Linguística Aplicada pela Universidade Estadual de Campinas. Atua no Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos (ILEEL/UFU) na Linha de Pesquisa Linguagem, Texto e Discurso. Coordenador do Laboratório de Estudos Polifônicos com pesquisas voltadas para o campo da Análise do Discurso no entremeio do pensamento teórico de Michel Pêcheux, Mikhail Bakhtin, Michel Foucault e Patrick Charaudeau.

Jürgen Siess – Foi professor de literatura comparada nas Universidades de Bielefeld, de Düsseldorf (Alemanha) e, em seguida, na Universidade de Caen (França). Está aposentado desde 2004, mas ministra um seminário uma vez por ano na UTA de Tel-Aviv. Sua pesquisa em análise do discurso vem sendo desenvolvida desde 1990, com estudos centrados no dispositivo epistolar, assunto sobre o qual já publicou vários trabalhos, dentre eles: organizou La lettre, entre réel et fiction (1998) e co-organizou Le rapport de places dans l'épistolaire (Semen 20, 2005).

Patrick Charaudeau – É professor de Ciências da Linguagem na Universidade de Paris-Nord e diretor do “Centre d'analyse du Discours - CAD” da Universidade de Paris XIII. Dentre suas obras publicadas no Brasil, pode-se enumerar: Dicionário de Análise do Discurso (2004), Discurso Político, ( 2006) e Discurso das Mídias, obras estas publicadas pela Editora Contexto.

Mônica Santos de Souza Melo – Doutora em Estudos Lingüísticos pela Universidade Federal de Minas Gerais. É Professora Adjunta IV de Linguística do Departamento de Letras da Universidade Federal de Viçosa, onde atua na Graduação e no Programa de Pós-Graduação em Letras- Mestrado em Estudos Lingüísticos, na Linha de Pesquisa “Estudos Discursivos”. Desenvolve e orienta pesquisas em torno dos seguintes temas: Discurso, mídia e representações; Análise do Discurso Semiolinguística; Análise do discurso: emoções, ethos e argumentação.

Maria Aparecida Lino Pauliukonis – Doutora em Língua Portuguesa, Professora Associada da UFRJ, atua no Departamento de Letras Vernáculas, na linha de pesquisa Lingua, discurso e ensino, com Projeto sobre Processos enunciativos no discurso midiático e sua interface com o ensino de textos. Coordenadora do Laboratório de Pesquisa CIAD- Rio (Círculo Interdisciplinar de AD), que congrega pesquisadores da UFRJ, UFF, UERJ e UFRRJ, em Projeto Integrado de pesquisa. Mantém convênio com o CAD ( Centre dAnalyse du Discours), da Universidade Paris XIII, sob a supervisão do prof. Dr. Patrick Charaudeau, com quem fez pesquisa, em estágio pós-doutoral na Universidade Paris XIII, em 2008. Suas publicações estão na área da Análise do Discurso e aplicação pedagógica ao ensino de texto.

Renata Aparecida Toledo Florêncio – Graduada em Letras (Licenciatura: Português/Inglês) pela Universidade Federal de Viçosa (2002); especialista em Linguística e Literatura Comparada pela Universidade Federal de Viçosa (2004); mestre em Teoria Literária e Crítica da Cultura (linha Discurso e Representação Social) pela Universidade Federal de São João Del-Rei (2006). Atualmente é doutoranda em Estudos Linguísticos pela Universidade Federal de Minas Gerais (ênfase em Análise do Discurso), desenvolvendo pesquisas sobre o estereótipo, mais especificamente a dimensão discursiva dos estereótipos no discurso midiático.

Sônia Maria de Oliveira Pimenta – possui graduação em Linguística e Francês pela Universidade Federal de Minas Gerais (1975) , mestrado em Estudos Lingüísticos pela Universidade Federal de Minas Gerais (1987) e doutorado em Lingüística Aplicada e Estudos da Linguagem pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1998) . Atualmente é Professor Adjunto da Universidade Federal de Minas Gerais. Tem experiência na área de Lingüística , com ênfase em Lingüística Aplicada. Atuando principalmente nos seguintes temas: análise do discurso, Contexto Cultural, Educação, Interação, Receptividade e Semiótica.

Thaïs Machado-Borges – Doutora em Antropologia Social pela Universidade de Estocolmo, Suécia (2003), sua tese investiga a recepção de telenovelas brasileiras e a relação entre mídia, cultura popular e consumo. É pesquisadora do Instituto de Estudos Latino Americanos, Universidade de Estocolmo, onde realizou dois projetos de pós-doutorado sobre a temática do corpo, estética e desigualdade social entre mulheres brasileiras. Trabalha atualmente com um projeto de pesquisa sobre lixo, consumo e cidadania no sudeste do Brasil.


 
 
Por: R$ 51,80
ISBN: 978-85-7591-126-6
Páginas: 248
Formato: 16 x 23 cm
Altura: 11
Largura: 16
Comprimento: 23
Acabamento: Brochura
Edição:
Idioma: Português
Ano: 2010
 
 
Forma de Pagamento :