Seja bem-vindo!
Meu Cadastro Meus Pedidos Minha Compra 0 itens
Home Conselhos Editoriais Notícias Lançamentos Fale Conosco
 
As Dimensões da Formação Humana
As Faces da Lingüística Aplicada
Caminhos da Construção
Cenas do Cotidiano Escolar
Coleção Desconstruindo a Violência
Coleção Educação Estatística
Coleção Fazer A_Parecer
Coleção Insubordinação Criativa
Coleção Psicologia em Perspectiva
Coleção TerramaR
Desenvolvimento Humano e Práticas Culturais
Discurso e Ensino
Educação
Educação e Psicologia em Debate
Ensaios em Interculturalidade
Estudos da Linguagem
Gêneros e Formação
História, Ciências Sociais e Economia
Histórias de Leitura
Idéias sobre Linguagem
Leitura e Bibliotecas Escolares
Leituras no Brasil
Letramento, Educação e Sociedade
Letras em Série
Lingüística
Lingüística e Psicanálise
Literatura
Memória e História da Educação
Mercado de Letras Fundamental
Mercado de Letras Saúde
Mercado de Letras Temas
Série Aurora
Série Bakhtin - Inclassificável
Série Caminhos da Neurolinguística Discursiva
Série Drogas, Política e Cultura
Série Educação Geral, Superior e Formação Continuada do Educador
Série Educação Matemática
Série Espaços da Linguística de Corpus
Série Estudos do Léxico
Série Estudos em Políticas Públicas e Educação
Série Literatura, Leitura e Educação Infantil
Teoria Literária
 
Detalhes da Obra Mercado de Letras •
Cásina de Plauto

(Introdução, tradução e notas: Carol Martins da Rocha)

• Carol Martins da Rocha

DE R$ 76,00 POR R$ 53,20

De um lado, um senhor casado, em sua paixão fatal pela jovem amada; de outro, a esposa ciumenta e mestra em artimanhas; acrescente-se o duelo de astúcias entre personagens do campo e da cidade, bem como uma falsa “noiva” travestida. Essas situações lembram quadros de formas dramáticas descendentes da comédia nova greco-romana: comédias modernas, bem como atuais novelas e sitcoms televisivas. Combinadas, tais cenas ilustram o modo como, em Cásina, o poeta Plauto (séculos III-II a.C.) lida de forma magistral com estereótipos próprios daquele tipo de drama. Mas, nessa peça, a construção da trama vai, pouco a pouco, propiciando um ambiente favorável à soberania dos personagens femininos. Assim, as mulheres é que lideram tanto a ação, quanto a diversão que a comédia propicia. Além dos quiproquós do enredo, grande parte do riso deriva da riqueza poética do texto plautino, que uma tradução vazada em fluente português brasileiro e anotada com precisão valoriza. A presente edição, ao nos brindar com essa obra permite ver que em Cásina, boa comédia que é, usualmente a arte esconde a arte, mesmo quando a explicita em passagens metapoéticas. Assim, o texto dramático converte-se, no palco, em sonoro riso. Como diz o prólogo, tal qual bom vinho, são reforçadas pelo tempo as qualidades dessa peça, apresentada com sucesso, e mais de uma vez, já em Roma antiga.

Tito Mácio Plauto (III - II a.C.), provavelmente nascido na Úmbria, região da Península Itálica, tornou-se um dos maiores dramaturgos da antiga Roma. Conta-se que suas comédias fizeram tanto sucesso que, para fins comerciais, a autoria de mais de 130 peças lhe foi atribuída já na Antiguidade. Em épocas modernas, encantou e influenciou autores como Camões, Molière, Shakespeare e Suassuna.

Carol Martins da Rocha nasceu em Campinas, em 1983. Na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), concluiu, em 2007, sua Graduação em Letras e, em 2010, seu Mestrado sobre a comédia Cásina de Plauto. É autora de artigos, material didático e palestras sobre estudos clássicos, com ênfase no teatro romano antigo. Dedicou-se à atualização do estudo e da tradução, assim como da bibliografia pertinente ao texto apresentado neste volume, durante a fase inicial de seu Doutorado, também voltado aos estudos plautinos.

Aurora, série de livros voltados para os Estudos Clássicos publicada pela Editora Mercado de Letras, abriga traduções e estudos de textos originalmente escritos em grego e latim. Sob auspícios da deusa do amanhecer, a série reflete o interesse, renovado em nosso país, em obras e temas da Antiguidade greco-romana, bem como em sua posterior recepção (artística e acadêmica). Edições bilíngues, notações e estudos visam, em primeiro lugar,  dar a conhecer textos transmitidos há tantos séculos. Visam ainda apresentar o modo como se tem lidado com o legado antigo, que, ao contrário de Titono, tem-se mantido vivo, sem envelhecer. Coordenação: Isabella Tardin Cardoso e Paulo Sérgio de Vasconcellos.

 
 
Por: R$ 53,20
ISBN: 978-85-7591-283-6
Páginas: 256
Formato: 16 x 23
Altura: 15
Largura: 16
Comprimento: 23
Acabamento: Brochura
Edição:
Idioma: Português
Ano: 2014
 
 
Forma de Pagamento :