Seja bem-vindo!
Meu Cadastro Meus Pedidos Minha Compra 0 itens
Home Conselhos Editoriais Notícias Lançamentos Fale Conosco
 
As Dimensões da Formação Humana
As Faces da Lingüística Aplicada
Caminhos da Construção
Cenas do Cotidiano Escolar
Coleção Desconstruindo a Violência
Coleção Educação Estatística
Coleção Fazer A_Parecer
Coleção Insubordinação Criativa
Coleção Psicologia em Perspectiva
Coleção TerramaR
Desenvolvimento Humano e Práticas Culturais
Discurso e Ensino
Educação
Educação e Psicologia em Debate
Educacao Em Ciencias
Ensaios em Interculturalidade
Estudos da Linguagem
Gêneros e Formação
História, Ciências Sociais e Economia
Histórias de Leitura
Idéias Sobre Linguagem
Leitura e Bibliotecas Escolares
Leituras no Brasil
Letramento, Educação e Sociedade
Letras em Série
Lingüística
Lingüística e Psicanálise
Literatura
Memória e História da Educação
Mercado de Letras Fundamental
Mercado de Letras Saúde
Mercado de Letras Temas
Perspectivas e Desafios na Formacao de Professores da Educacao Basica
Série Aurora
Série Bakhtin - Inclassificável
Série Caminhos da Neurolinguística Discursiva
Série Drogas, Política e Cultura
Série Educação Geral, Superior e Formação Continuada do Educador
Série Educação Matemática
Série Espaços da Linguística de Corpus
Série Estudos do Léxico
Série Estudos em Políticas Públicas e Educação
Série Literatura, Leitura e Educação Infantil
Teoria Literária
Toda Crianca Pode Aprender
 
Detalhes da Obra Mercado de Letras •
Generos Humoristicos em Analise

(Organização: Ana Cristina Carmelino e Paulo Ramos)

• Ana Cristina Carmelino
• Paulo Ramos

DE R$ 68,00     POR R$ 47,60

Os gêneros humorísticos nunca estiveram tanto em evidência. A internet ajudou a colocar tais produções em sites, blogs e redes sociais. Essa presença ampla traz também novos desafios para pesquisadores, professores e pessoas interessadas no tema. Como trabalhar com textos assim?

Uma das propostas de “Gêneros Humorísticos em análise” é ajudar a pensar em respostas para essa questão. O livro reúne diferentes criações marcadas pelo viés cômico, tanto as mais tradicionais quanto as que têm surgido com as novas tecnologias.

A lista de gêneros é ampla. Ela inclui os necessariamente humorísticos, como as piadas, os esquetes (inclusive os que viralizam pelas redes sociais), as tiras cômicas, as charges e os memes (outro exemplo gerado pela internet). E traz também aquelas produções que eventualmente se tornam humorísticas: notícia, publicidade, filmes, desenhos animados, perfis virtuais falsos, canções e poemas.

Cada um dos gêneros é analisado por especialistas no tema, pesquisadores e professores universitários que têm pesquisas reconhecidas em seus respectivos campos de atuação. De forma clara e didática, destrincham o assunto e fornecem caminhos de como abordar o assunto, inclusive em sala de aula.

SOBRE OS ORGANIZADORES:

Ana Cristina Carmelino - Professora do Departamento de Letras da Universidade Federal de São Paulo. Possui pós-doutorado em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas e pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”. É mestre e doutora em Linguística e Língua Portuguesa pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”. Atua nas áreas de Texto, Discurso e Retórica, com pesquisas sobre produções humorísticas. Coordena o grupo de pesquisa GETHu - Grupo de Estudos de Textos Humorísticos (CNPq). É organizadora dos livros “Nos caminhos do texto: atos de leitura” (2007), “A linguagem do humor: diferentes olhares teóricos” (2009), “Questões linguísticas: diferentes abordagens teóricas” (2012) e “Humor: eis a questão” (2015).

Paulo Ramos - Professor do Departamento de Letras da Universidade Federal de São Paulo. Possui pós-doutorado em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas e em Comunicação pela Universidade de São Paulo, onde se doutorou em Letras. Tem se especializado no estudo de histórias em quadrinhos. Integra o Observatório de Histórias em Quadrinhos da USP e coordena o Grupesq (Grupo de Pesquisa sobre Quadrinhos) na Unifesp. É autor de vários livros e artigos sobre o tema.

SOBRE OS AUTORES:

Francine Fernandes Weiss Ricieri - Professora de Literatura Brasileira na Universidade Federal de São Paulo. Colaborou com a “Coleção Cidadania: Ensino Médio”, publicada em três volumes pela editora Opet de Curitiba, em 2002. Em 2007, organizou e apresentou a “Antologia da poesia simbolista e decadente brasileira” (Lazúli Editora/ Companhia Editora Nacional). Com Márcia Lígia Guidin e Lúcia Granja, preparou a coletânea de ensaios “Machado de Assis: ensaios da crítica contemporânea”, em 2008 (Editora da Unesp). É autora de “A imagem poética em Alphonsus de Guimaraens: desdobramentos e tensões” (Editora da Unifesp/Edusp, 2014).

Francisco Alves Filho - Professor de Letras Vernáculas da Universidade Federal do Piauí, onde atua na graduação e na pós-graduação. É coordenador do Núcleo de Pesquisa Cataphora/UFPI/CNPq. Desenvolve pesquisas sobre gêneros textuais, gêneros acadêmicos e ensino de gêneros. É autor do livro “Gêneros jornalísticos: notícias e cartas de leitor no ensino fundamental” (Cortez) e organizador dos livros “Gêneros em ação: abordagens sociorretóricas” (EDUFPI) e “Referenciação, enunciação e ensino” (EDUFPI).

Kennedy Cabral Nobre - Possui graduação em Letras pela Universidade Estadual do Ceará (2004), mestrado em Linguística pela Universidade Federal do Ceará (2009) e doutorado em Linguística, na mesma instituição (2014). Professor adjunto da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira.

Lígia Mara Boin Menossi de Araújo - Mestre e doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Linguística da Universidade Federal de São Carlos. Pós-doutoranda no Programa de Pós-graduação em Filologia e Língua Portuguesa da Universidade de São Paulo, membro participante do Projeto História do Português Paulista - Projeto Caipira e do Laboratório de Estudos Epistemológicos e Discursividades Multimodais - LEEDIM. Tem experiência docente no ensino fundamental e médio atuando principalmente nos seguintes temas: análise do discurso, textos multimodais, humor, derrisão, produção de texto e leitura.

Lilian Mara Dal Cin Porto - Graduada em Letras pela Universidade Federal de Ouro Preto, mestre em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas e doutoranda em Língua Portuguesa na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Em sua dissertação de mestrado, analisou as funções prototípicas do texto em tweets, aprofundando-se no estudo dos gêneros digitais. Atua como professora na Universidade Paulista.

Luiz Antonio Ferreira - Graduado em Letras, mestre e doutor em Educação pela Universidade de São Paulo e possui pós-doutorado em Letras Clássicas e Vernáculas pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras da USP. Atualmente é, na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, titular do Departamento de Português, vice-coordenador do Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa e coordenador do Grupo de Estudos Retóricos e Argumentativos (ERA). Suas pesquisas centram-se nos estudos retóricos, leitura e ensino-aprendizagem de Língua Portuguesa.

Maria Cristina de Moraes Taffarello - Possui doutorado e mestrado em Linguística, licenciatura em Letras e bacharelado em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Linguística e Língua Portuguesa. No Centro Universitário Padre Anchieta, Jundiaí, foi docente em cursos de pós-graduação e de graduação, organizadora da “Revista Intersecções”, membro do conselho editorial da “Revista Argumento” e faz parte do Grupo de Pesquisa de Práticas Discursivas e Textuais. Também é membro do conselho editorial de várias revistas em outras instituições e membro do GT - ANPOLL - Linguística Textual e Análise da Conversação.

Mariza Angélica Paiva Brito - Professora de Língua Portuguesa da UNILAB e do Mestrado Interdisciplinar em Humanidades (MIH/UNILAB). Bolsista de produtividade em pesquisa da FUNCAP (BPI). Pós-doutora em Linguística Textual. Líder do GELT - Grupo de Pesquisa em Linguística Textual (CNPq/UNILAB) e vice-líder do PROTEXTO (CNPq/UFC). É membro do GT de Linguística de Texto e Análise da Conversação da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Letras e Linguística (ANPOLL) e desenvolve pesquisas na área de Linguística Textual, heterogeneidade enunciativa e argumentação.

Mônica Magalhães Cavalcante - Professora da Universidade Federal do Ceará. Pós-doutora em Linguística Textual pela Universidade Estadual de Campinas. Professor Associado II da Universidade Federal do Ceará. É líder do grupo PROTEXTO (CNPq/UFC) e atua como vice-coordenadora do GT de Linguística Textual e Análise da Conversação da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Letras e Linguística (ANPOLL). Tem experiência em Linguística Textual, com ênfase em referenciação, intertextualidade, metadiscursividade, argumentação, heterogeneidades enunciativas, gêneros do discurso, articulação tópica e sequências textuais.

Roberto Leiser Baronas - Doutor pela Universidade Estadual Paulista de Araraquara com período sanduíche na Université Paris Est-Créteil França, no CÉDITEC, sob a supervisão de Simone Bonnafous. Atualmente é pesquisador CNPq e Professor Associado no Departamento de Letras e orientador de iniciação científica, mestrado e doutorado no Programa de Pós-Graduação em Linguística da Universidade Federal de São Carlos e de dissertação e de tese no PPGEL da Universidade Federal de Mato Grosso. É organizador e autor de diversos livros e artigos no domínio dos estudos discursivos, coordenador do Laboratório de Estudos Epistemológicos e Discursividades Multimodais LEEDIM-UFSCar. Tem experiência na área de Linguística e Formação de Professores, atuando principalmente nos seguintes temas: análise do discurso, discurso político, derrisão, interpretação, leitura e epistemologia e história da linguística brasileira.

Silvana Maria Calixto de Lima - Mestre e doutora em Linguística pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Professora da Universidade Estadual do Piauí (UFPI), com atuação na graduação e nos Mestrados Acadêmico e Profissional em Letras.  Coordenadora do Grupo de Estudos do Texto (GETEXTO) da Universidade Estadual do Piauí. Membro do GT de Linguística de Texto e Análise da Conversação da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Letras e Linguística (ANPOLL). Desenvolve pesquisas na área de Linguística de Texto numa interface com a Linguística Cognitiva, investigando gêneros discursivos de diferentes esferas, dentre elas a humorística. Possui trabalhos publicados em livros e periódicos de sua área de atuação acadêmica.

Sírio Possenti - Licenciado em Filosofia (1966), mestre (1977) e doutor (1986) em Linguística. Professor titular na Universidade Estadual de Campinas. Estuda humor. Tem interesse pelos discursos jornalístico e publicitário. Estuda textos breves (piadas, pequenas frases e fórmulas). Publicou “Discurso, estilo e subjetividade” (1988), “Por que (não) ensinar gramática na escola” (1996), “Os humores da língua” (1998), “Os limites do discurso” (2002), “Questões para analistas do discurso” (2010), “Questões de linguagem” (2011), “Humor, língua e discurso” (2010). Traduziu diversos trabalhos de Maingueneau: “Gênese dos discursos”, textos de “Cenas da Enunciação” (2006) e de “Doze conceitos em análise do discurso” (2010) e a maior parte de “Frases sem texto”.

Valdinar Custódio Filho - Graduado em Letras pela Universidade Estadual do Ceará (2003). Mestre (2006) e doutor (2011) em Linguística pela Universidade Federal do Ceará. Professor Adjunto I do Curso de Letras e do Mestrado Profissional em Letras (Profletras) da Universidade Estadual do Ceará. Produtor de material didático para o ensino fundamental. Experiência nas áreas de ensino-aprendizagem de línguas e Linguística Textual.

 
 
Por: R$ 47,60
ISBN: 978-85-7591-466-3
Páginas: 272
Formato: 14 x 21
Altura: 21
Largura: 14
Comprimento: 1
Acabamento: Brochura
Edição:
Idioma: Portugues
Ano: 2018
 
 
Forma de Pagamento :