Seja bem-vindo!
Meu Cadastro Meus Pedidos Minha Compra 0 itens
Home Conselhos Editoriais Notícias Lançamentos Fale Conosco
 
As Dimensões da Formação Humana
As Faces da Lingüística Aplicada
Caminhos da Construção
Cenas do Cotidiano Escolar
Coleção Desconstruindo a Violência
Coleção Educação Estatística
Coleção Fazer A_Parecer
Coleção Insubordinação Criativa
Coleção Psicologia em Perspectiva
Coleção TerramaR
Desenvolvimento Humano e Práticas Culturais
Discurso e Ensino
Educação
Educação e Psicologia em Debate
Ensaios em Interculturalidade
Estudos da Linguagem
Gêneros e Formação
História, Ciências Sociais e Economia
Histórias de Leitura
Idéias sobre Linguagem
Leitura e Bibliotecas Escolares
Leituras no Brasil
Letramento, Educação e Sociedade
Letras em Série
Lingüística
Lingüística e Psicanálise
Literatura
Memória e História da Educação
Mercado de Letras Fundamental
Mercado de Letras Saúde
Mercado de Letras Temas
Série Aurora
Série Bakhtin - Inclassificável
Série Caminhos da Neurolinguística Discursiva
Série Drogas, Política e Cultura
Série Educação Geral, Superior e Formação Continuada do Educador
Série Educação Matemática
Série Espaços da Linguística de Corpus
Série Estudos do Léxico
Série Estudos em Políticas Públicas e Educação
Série Literatura, Leitura e Educação Infantil
Teoria Literária
 
Detalhes da Obra Mercado de Letras •
A Formação da Personalidade Ética

Luciene Regina Paulino Tognetta

• Luciene Regina Paulino Tognetta

DE R$ 59,00 POR R$ 41,30.

Pensar a educação moral em tempos atuais exige de nós mais do que uma adequação do currículo escolar. Como podemos formar pessoas éticas se não temos idéia de como se dá esse desenvolvimento? Sim, pois, é verdade que para se ensinar matemática, os professores aprendem, ou deveriam aprender, como se dá a gênese do número, das noções de espaço, de medidas, de tempo... Para se saber geografia, história, existe um conhecimento sistematizado em função do desenvolvimento infantil. Entretanto, não é o que acontece com o desenvolvimento moral. Há algum tempo temos nos dedicado a essa tarefa. Desmistificar o trabalho com afetividade na escola, comprovando que este vai muito além de carinho e cuidados, é nossa tarefa maior. Enfim, contextualizar o tema da afetividade na escola e nos estudos contemporâneos sobre ética e moral e constatar que, portanto, as propostas que poderão ser realizadas em educação devem seguir as orientações da psicologia moral são também tarefas deste livro. Finalmente, quando ouvimos meninos e meninas que nunca tiveram a possibilidade de serem ouvidos, de serem respeitados como sujeitos de seus próprios pensamentos e sentimentos dizendo o que sentiram quando passaram por atividades como as que proporemos neste livro, podemos concluir o quão importante são os momentos em que se experimenta vivenciar a ética – estar bem consigo e com o outro. Acompanha a obra um encarte com proposta de atividades.

SUMÁRIO

PREFÁCIO (Orly Zucatto Mantovani de Assis)

INTRODUÇÃO

Capítulo I
A FORMAÇÃO DE UMA PERSONALIDADE ÉTICA: OS PRESSUPOSTOS TEÓRICOS
As definições de Moral e Ética
s invariantes psicológicos: razão e afetividade
Moral e Ética: conteúdos da escola

Capítulo II
DEFINIÇÕES E O PAPEL DA AFETIVIDADE
Emoções e sentimentos
As teorias morais de Piaget, Kohlberg e Gilligan – quem considerou a afetividade?
A gênese do desenvolvimento afetivo
O primeiro estágio do desenvolvimento afetivo: as montagens hereditárias – as tendências elementares e as emoções
Segundo estágio: os afetos perceptivos e as formas diferenciadas de agrado e da decepção
Terceiro estágio: os afetos intencionais
Quarto estágio: os afetos intuitivos e o começo dos sentimentos interindividuais
Os sentimentos presentes no despertar do senso moral
Quinto estágio: os afetos normativos, a vontade e os sentimentos morais autônomos
Sexto estágio: os sentimentos ideais e a formação da personalidade
O sentimento presente na personalidade ética: a vergonha

Capítulo III
COMO FORMAR UMA PERSONALIDADE ÉTICA? UMA INVESTIGAÇÃO
Primeiro Estudo – As representações de si: o que admiram?
Segundo estudo – os dilemas de generosidade
Terceiro Estudo – a correspondência entre representações de si e Moral
Quarto estudo: uma amostra intercultural

Capítulo IV
O QUE A ESCOLA PODE FAZER?
Como a escola lê os sentimentos infantis?
A educação do sentimento na escola: três dimensões
Atividades e jogos para falar de si
Um proposta para falar de si refletindo sobre si mesmo: as narrativas morais
Por que é importante falar de si?

ALGUMAS CONSIDERAÇÕES FINAIS

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

Apêndice
VIOLÊNCIA NA ESCOLA: OS SINAIS DE BULLYING E O OLHAR NECESSÁRIO AOS SENTIMENTOS

SOBRE A AUTORA: Luciene Regina Paulino Tognetta é doutora em Psicologia Escolar pelo Instituto de Psicologia – USP. Realizou parte do doutorado no exterior junto aos Archives Jean Piaget, na Universidade de Genebra, Suíça. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisa em Educação Moral da Unesp e do Laboratório de Psicologia Genética da Faculdade de Educação, Unicamp. Docente da Faculdade de Educação da Unicamp. É autora dos livros A construção da solidariedade e a manifestação de sentimentos na escola (Mercado de Letras 2003), Perspectiva ética e generosidade (Mercado de Letras 2009) e Quando a escola é democrática: um olhar sobre a prática das regras e assembléias na escola (Mercado de Letras 2007) com Telma Vinha, além de organizar o livro Virtudes e educação: o desafio da modernidade (Mercado de Letras 2007). É coordenadora da coleção "Cenas do cotidiano escolar", pela Editora Mercado de Letras e também autora de livros de literatura infantil e coordenadora da coleção "Falando de sentimentos" pela Editora Adonis.

(capa: Vande Rotta Gomide)


 
 
Por: R$ 41,30
ISBN: 978-85-7591-104-4
Páginas: 184
Formato: 16 x 23 cm
Altura: 9
Largura: 16
Comprimento: 23
Acabamento: Brochura
Edição:
Idioma: Português
Ano: 2009
 
 
Forma de Pagamento :